Tem que ter caimento

| Bom de Ter, Como usar, Consultoria de Imagem, Elegância é tudo, Estilo, Sem categoria
Liliane Lau

O tecido é um dos principais responsáveis por deixar a gente com cara de sofisticada, arrumada, limpa e até magra… ou desleixada, descuidada e desencanada demais.

A grande sacada está no caimento!

O tecido tem que “cair” sobre a pele, com suavidade, e não grudar na pele, nem impedir nossos movimentos.

Daí uma das coisas a prestar atenção é o tamanho, claro. Como já comentei aqui, o tamanho certo não é o que está na etiqueta, é o que te veste bem. A peça não pode fechar a vácuo e nem ter espaço pra mais alguém do lado de dentro. O melhor mesmo é que acompanhe a forma do corpo, sugerindo a silhueta sem mostrá-la de verdade (tem que ter um espacinho entre a pele e o tecido).

Outro fator importante é o tipo de tecido.

A MALHA (tudo o que estica: pode ser de viscose, algodão, jérsey, etc), por ter elastano, é sempre muito flexível e se acomoda à superfície do corpo, podendo marcar volumes indesejáveis – Não indico para partes de baixo, por que, no mínimo, a calcinha vai aparecer.

O legal da malha é que tem movimento quando você anda e isso, no caimento certo, tem sua dose de sensualidade, é feminino.

O TECIDO PLANO (que não estica: linho, seda, algodão, etc) é o meu preferido. Amassa mais, mas o tecido dificilmente marca o corpo, por que o caimento é mais reto (mas também não pode estar justo). Existem muitos tipos de tecido plano, os mais leves também têm um movimento lindo, só que caem lisos sobre o corpo.

É esse caimento que muda tudo.

A Queen Latifah é a prova disso:

Claro que na primeira imagem existem vários problemas: tecido com brilho engorda e marca horrores, o peito está sem sustentação, a cor não é legal pra ela e a postura matou. Mas o fato do vestido estar justo nela comprometeu totalmente o caimento.

No outro vestido ela tem um bom bojo e provavelmente uma cinta (necessária nestes casos, ela está certíssima), cintura marcada, pregas na vertical e sobreposição de tecidos leves que ficam “longe” do corpo, fazendo com que ela pareça MUITO mais longilínea.

Sem esquecer de falar nas cores. Ela quebrou o mito de que cor clara é impensável para mulheres mais “avantajadas”.

Deu pra entender?

Todo o segredo está no caimento.

Leia também:
A altura certa das barras de calça
Imagem x Sucesso Profissional
Roupa de festa para quem tem o estilo hippie chic

0
TAGS , , , , , , ,

2 Comentários

  1. Kelly Lau
    Posted 21/04/2013 at 20:52 | Permalink

    Gostei muito……

    0
    • Posted 08/04/2015 at 14:51 | Permalink

      Como fica esta gola? achei meio esquisita na veradde sou meio conservador com roupas, por isso fiquei na dfavida, sere1 que fica legal?

      2+

4 Trackbacks

  1. By » A altura da barra on 09/01/2015 at 10:15

    […] tendo como limite o lugar onde a barra começa a empapuçar sobre o pé. Ela tem que cair lisa (lembra da história do caimento?), isso deixa as pernas longas, magras e garante a elegância do visual (e uma dose de elegância […]

    0
  2. […] é você Tem que ter caimento Imagem profissional Nina Garcia fala de […]

    0
  3. […] Tem que ter caimento […]

    0
  4. By A altura da barra | Liliane Lau on 14/05/2013 at 17:50

    […] tendo como limite o lugar onde a barra começa a empapuçar sobre o pé. Ela tem que cair lisa (lembra da história do caimento?), isso deixa as pernas longas, magras e garante a elegância do visual (e uma dose de elegância […]

    0

Comentários

*
*

CONTATO



liliane@lilianelau.com.br

(41) 9111.0806